Feeds:
Posts
Comentários

Hello you, how was the rest?

Voltei, voltei voltei!!!! How was the rest?? rs

 Depois da ausência de todos esses dias, eu tenho  agora uns posts quentinhos saindo do forno.  Férias acabadas e todos voltando ao batente, inclusive eu o/! 

Um dos motivos da minha ausência foi o acampamento em  Valinhos no hotel Fonte Santa Tereza e quem foi (mais de 300 jovens!!) sabe que foi inexplicável o que aconteceu lá. Coisa de Deus mesmo!! 

No acamps rolou uma festa black tie e eu inventei de fazer o meu vestido. Eu entendo um tiquinho de modelagem dai fui colocar a mão na massa. Fiz uma releitura de um vestido do André Lima do SPFW e achei que seria de certa forma fácil fazer um. 

HAHA! Nem preciso dizer que tomei na cara neh?? Porque só pra começar tive que refazer a modelagem umas 5 vezes e montei umas 3 peças piloto só pra acertar no caimento. Sem falar que eu quebrei a cabeça pra pensar nas pences e cortes e blablabla. Dai eu me cansei e comprei um vestido =) (porque se a modelagem tinha dado trabalho, a costura que eu nem faço noção de como é, seria quase impossível). 

 Nisso tudo, eu acabei admirando ainda mais designers, costureiras e afins.  Porque pra montar uma peça daquelas complexas vai uma super mão de obra e o resultado belissímo dos desfiles só pode ser coisa de Deus. 

Olhem só para as coisas geniais do Mcqueen! O cara era muito bom no que fazia!! (ai que dor no coração em pensar que ele se matou ‘-‘) E pensem só em quantas coisas belas, grandes e admiráveis o homem já fez. Todas elas só foram possíveis graças ao potencial que o nosso Pai nos concedeu. E poderíamos ainda muito mais se não tivessemos nos afastado Dele por causa do pecado. 

Em Atos 4:13 rola um lance interessante: 

“Ao verem a intrepidez de Pedro e João, sabendo que eram homens iletrados e incultos, admiraram-se; e reconheceram que haviam eles estado com Jesus 

Os caras (Pedro e João) eram ILETRADOS E INCULTOS (oO) e mesmo assim, falavam com autoridade e realizavam grandes obras e as pessoas reconheciam que eles andaram com Jesus. É do tipo de coisa que o Espírito Santo trabalha em nós: na capacidade. 

Imagine só eu, ou você mesmo, com todos os seus dons e capacidades naturais recebendo um mega turbo do Espírito Santo!! Só pode sair coisa boa!! Eu quero, e tenho buscado andar com Jesus, e você? 

E aproveitando o clima, alguns dos looks da festa blacktie (inclusive o meu!)

No melhor estilo Gossip Girl.

Mandaram bem!

Bordados, estampados e longos.

 

As que eu mais amei. Reparem no sapato rosa do look esquerdo e do enfeite na cabeça do look direito. Vale contar que o direito foi montado no improviso e arrasou!

Colete, chinelo (e ele não foi o único! rs) e chapéu nos looks masculinos.

Pra fechar, no estilo arebaba inteligentemente adaptado.

Grande Beijo!!  

Anúncios

Big girls, you are beautiful!

Dia 24 aconteceu aqui em sampa a primeira Fashion Weekend Plus Size, um desfile com roupas para gordinhas e eu achei bem digno e perfeito no momento, já que o SPFW acabou dia 22 e deixou no ar ai uma polêmica em relação à magreza das modelos.

Mayara Russi, modelo do desfile FWPS

 “Não se trata de apologia à obesidade. Temos uma enorme preocupação com a saúde. Todas as modelos têm os exames físicos em dia. Estamos aqui justamente para combater esse preconceito de que gordinhas são descuidadas, que não são saudáveis”, dia a organizadora do FWPS, Andrea Boschin. #fonte

Nesse clima, eu parei pra pensar como tem gente que se preocupa de verdade em ter o corpo igual ao das modelets e tal. Vamos combinar que mulheres normais raramente se parecem com as das passarelas. As mais gordinhas, mais baixinhas e as fora desses padrões também tem o direito de se vestir e se vestir bem. Mais que isso, tem o direito de se sentirem lindas, porque são mesmo lindas. Sou muito mais elas lindinhas e fofinhas do que as “pele e osso” que eu vi nos desfiles (assustador mesmo!).      

Pernas das modelos no SPFW

 Eu, Tammi, acho que o mais importante é ser feliz (e saudável, por favor.). E se você está infeliz por estar fora do peso, vou te falar: primeiro, Deus nos fez para obras MUITO maiores e mais importantes do que isso; Depois, só porque é padrão, não significa que é certo, ou bonito (tirem isso pelo modo de vida cristão, que é fora do padrão daqueles que não seguem à Cristo); e por último, se estar dentro desse padrão é enlouquecer e me frustrar por isso, eu prefiro ser assim, eu 8)’. sem pretensões.

 Beijos, beijos!! 

G-L-A-M-O-R-O-U-S

Acaabouuu!! SPFW já era (faz tempo, mas eu não tive tempo de postar antes =O), mas aqui estão umas coisinhas que eu gostei. De todos os desfiles (gente, eu me superei!! Assisti ou vi fotos de todos – ou quase, não me lembro com certeza ‘-‘- !!!) os que eu mais gostei foram:

 Mario Queiroz no dia 17 com todo aquele lance ingles e o cabelo rockabilly dos modelos.

Veja o desfile!

A Triton no ultimo desfile do dia 19 com o trabalho de estamparia criado da Lovefoxxx  do CSS.

Veja o desfile! 

E a coleção masculina do Herchcovitch também no dia 21, que aconteceu no shopping Iguatemi e foi inspirada no filme “ O Sétimo-Selo” de Bergman. Show! Show!Show!

Veja o desfile!  

 

Outros que eu também gostei foi o do Reinaldo Lourenço, do Alexandre Herchcovitch (fem.)( lindo, lindo lindo), da Cori, da Forum Tufi Duek, do Ronaldo Fraga (com as cabeças ao contrário!!! assustador,rs), da Fabia Bercsek, da Ellus( com o Jesus Luz) , da Neon (com todo aquele clima da selva e a trilha rock do desfile) , da Amapô, da 2nd Floor, da Carlota Joakina, da Reserva, da Do Estilista e do André Lima.

Fonte : http://estilo.uol.com.br/moda/spfw/2010/inverno

Beijos, beijos!

Geeeeeeeeente. Tá rolando o SPFW e eu infelizmente não pude ir à nenhum desfile.

Vou confessar que mesmo fazendo moda, não sou super fã de desfiles porque eles me cansam as vezes (trauma básico de aulas seguidas assistindo desfiles talvez.) Mas eu gosto de assistir pra estar por dentro das tendências e tal.

Dos desfiles que eu assisti, o que eu mais mais gostei (amei geral *-*) foi o da Cavalera que abriu o evento e tal. Foi na galeria do rock e os looks tbm rock’n roll total, amei! Jesus tbm gosta de rock galere! rs

Não coloquei o vídeo inteiro, mas quem quiser tem no youtube com comentários do Igor de Barros, o estilista da Cavalera e no site da uol que tem umas fotos e o desfile numa qualidade melhor.

Bem, se eu achar mais alguma coisa que eu realmente ame, eu posto aqui. E no próximo SPFW eu trago fotos direto de lá! #tenho fé.

Grande Beijo!

Além do que se vê

Uma das coisas que mais pega nisso tudo de juntar moda e cristianismo, é que ambos partem de princípios  diferentes.

A moda alimenta-se do “ter”, da ilusão criada através da imagem das modelos, das campanhas, de todo um mercado que sobrevive da vontade das pessoas de serem melhores do que as outras. Isso é bem verdade. Desde que a roupa deixou de ser apenas algo pra proteger do frio, ela é um código que identifica de forma rápida e muitas vezes não precisa (um dia eu explico o que eu quis dizer.), de quem nós somos ou queremos parecer ser ou ter.

E o cristianismo, pelo contrário é um estilo de vida, onde o “ter” é o menos importante e o “ser” é o foco principal. SER justo, SER santo, SER parecido com Cristo, SER filho de Deus.

Dai rola uma crise, porque como pode eu querer falar e estudar algo que vai contra os príncipios de Deus?

Em  1ª Joao 2:15 diz “Não amem o mundo, nem as coisas que há nele. Se vocês amam o mundo, não amam a Deus, o Pai.”

Hein, não disse aqui que devemos amar demais, tipo como sentido de viver, nossas roupas G_G’. Mas querendo ou não, nós PRECISAMOS nos vestir neh?

Sendo assim não tem porque se vestir mulambo se Deus te deu condições pra comprar roupas boas (rolam excessões, anyway). Vou contar um segredo: Deus faz os justos prosperarem. Mano, você trabalha, honra nas ofertas, compra uma roupa legal e não tem problema nisso. O problemão está sempre nos excessos. No consumismo, no abrir mão das obras de Deus para realizar nossas vontades. Sem falar na acepção de pessoas. E rola muito isso na moda. Muito mesmo.

Eu, sendo bem sincera, ultimamente tenho sido um terror pra comprar roupa. Acho tudo meio estranho (não em  todo lugar, mas principalmente onde eu moro, fikdik rs. e também conto com a relatividade de ser feio olhando, mas legal no corpo, mas isso eu também explico depois.), fico analizando o tecido, a costura  e sendo muito sincera mesmo, eu noto nas roupas que as pessoas usam. Não na maldade (as vezes sim, porque pessoas são más e eu não escapo dessa regra mesmo tentando evitar.), mas é costume mesmo (pergunta pra quem já teve aula de stylist.) e olha, tem muuuuuita gente mal vestida por ai rs. Mas o que importa não são as roupas das pessoas, e sim as pessoas que estão nas roupas. Entendem?

E onde eu quero chegar com tudo isso é que inevitavelmente roupas e a moda fazem parte da nossa vida, mas não podemos  deixar que isso se torne prioridade. Devemos nos preocupar em dar valor ao que Deus dá valor.

Até porque nunca ouvi dizer que no  Cristo veio apenas para as pessoas bonitas que parecem modelos, nem que só salva os bem vestidos.

“Nada que é deste mundo vem do Pai. Os maus desejos da natureza humana, a vontade de ter o que agrada aos olhos e o orgulho pelas coisas da vida, tudo isso não vem do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, com tudo aquilo que as pessoas cobiçam; porém aquele que faz a vontade de Deus vive para sempre.” 1 João 2:16-17

Reflitam.

Grande Beijo. (L’

Semana passada eu sai com uma amiga pra comprar calça. Tem gente que roda o shopping inteiro pra achar roupa, mas ela foi direto na M.Officer. Não que ela seja  daquelas pessoas que só se importam com marca, mas assim como a maioria das pessoas que tem uma marca preferida, ela encontrou lá uma calça se se ajustasse não só ao seu corpo, mas também ao seu perfil. Vou explicar…

Pra quem não sabe, Dereon é um segmento da marca House of Dereon que trabalha com casual wear. A House of Dereon é da mãe da Beyoncé e a Dereon é da própria Beyoncé… dai a gente ouvir tanto falar dessa marca nas músicas dela. A tag line é “”Where the sidewalk and catwalk meet”(“Onde a calçada e a passarela se encontram”, mais ou menos isso hm’).  O posicionamento* da marca pelo menos pra mim é como algo sensual, que valoriza a mulher (e tbm porque a Beyoncé é beeeeeeeem sensual ‘-‘). *Posicionamento é como a marca é lembrada pelas pessoas. Uma marca é bem posicionada quando a identidade dela é bem clara e definida.

Cada marca tem uma identidade, e é isso que faz as pessoas se identificarem com ela e comprarem. E o porque de tudo isso?

Porque se as marcas precisam ter uma identidade, é porque nós, pessoas que usam as roupas, temos uma. E o principal de tudo isso, não é escolher uma marca que você se identifica, mas como você se identifica. Quem você é.

A maioria das pessoas anda meio desorientadas por ai porque não sabem quem são.

Então, mais do que se se preocupar com a roupa que se veste, é preciso se preocupar com as idéias e pontos de vista que se anda vestindo. E qual é o seu posicionamento não só diante das pessoas, mas diante de Deus, como você quer que ELE se lembre de você. Além das marcas que você tem e quer ter e as que vai deixar por aqui quando se for.

Eu quero as marcas de Cristo, e você?

“E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.” Mateus 3:16-17

Grande Beijo, Tammi Voshida.

That I can change the world

http://www.playingforchange.com/